jueves, 7 de julio de 2016

Para DEBATE. Sobre el Brexit



- PCm Italy - Against all European imperialist governments! Against the fascist and revisionist No-Brexit!Class struggle – revolutionary path to socialism!Internationalism!

- Brexit: El circo de la UE, el papel de la prensa y la desorientación de la "izquierda" 

-------------

1 comentario:

  1. AnonimoTrotskista7 de julio de 2016, 3:21

    Os artigos são muito interessantes. Ajudam a esclarecer a questão e desmontam bem a manipulação. A tentativa de ligar o Brexit ao racismo é uma manipulação total. A imprensa portuguesa reporta ciclicamente ataques a imigrantes portugueses pelo mundo. Reportaram actos racistas na Irlanda do Norte e em Birmingham, na Inglaterra, onde nazis queimaram casas e carros de portugueses nos anos 90. Num livro esclarecedor e profético de Michael Schmidt “ Os Neo-Nazis : um inquérito explosivo / Michael Schmidt ”, este autor infiltrou-se e estudou grupos nazis na Alemanha de 1990. Era no rescaldo da queda do Muro. Ele faz revelações muito interessantes sobre a infiltração de nazis no leste alemão logo após a queda do Muro. Acusa os ocidentais de terem protegido e exilado muitos nazis da RDA, que eram descritos como “presos políticos” e que esses exilados foram cruciais a recriar a extrema-direita da ex-RDA. Acusou apenas a RDA de ter sido branda, afirmando que os comunistas subestimaram o perigo destes jovens nazis, pois pensavam que eram jovens desviantes, que a educação cívica socialista seria o suficiente para reeduca-los. Ele é muito mais crítico com o Ocidente que com a RDA, que apenas afirma não ter percebido o perigo destes nazis. Ao contrário, acusa o Ocidente de ter protegido de forma deliberada os nazis. O livro data de 1990, pode parecer desactualizado, mas faz revelações muito interessantes. Uma delas, e para desmontar a mentira anti-Brexit que “houve um surto de ataques às minorias, imigrantes”, ele afirma que os ataques racistas a imigrantes na Alemanha RFA dos anos 80 dispararam. Depois com a reunificação aumentaram ainda mais, chegando ao ponto de haver ataques semanais a imigrantes. E não falamos de insultos na rua, ele mencionou “que diariamente ou semanalmente havia incêndios em centros de acolhimento, espancamentos na rua”. Quase sempre a imprensa ocultou! Hoje, a “imprensa livre” descobre um súbito surto de ataques racistas. É falso, esses ataques sempre se deram, desde os anos de Tatcher, essa filha da puta nazi, que instigou o racismo, o ódio, permitiu a escória de hooligans nazis a atacar os bairros de imigrantes. No livro de Shmidt, quiçá o mais interessante é como ele avalia a evolução do discurso nazi e do mainstream, até o nazismo ser reabilitado e ser banalizado. É brilhante nisso, sendo por isso um livro obrigatório, mesmo que possa parecer desatulizado, pois foi escrito aquando da queda do Muro. Um livro a ler absolutamente.

    Os Neo-Nazis : um inquérito explosivo / Michael Schmidt

    ResponderEliminar